26 de ago de 2016

A origem da expressão "segurar vela"



Na Idade Média as pessoas acendiam velas para fazer as suas atividades noturnas como por exemplo: jantar, tomar banho, entre outras coisas.

As pessoas que naquela época eram designadas ao trabalho braçal sempre tnham alguém por perto segurando uma vela para que o seu senhor, o rei, o chefe etc... visse como os caras estavam trabalhando.



Em eventos e estabelecimentos que só funcionavam à noite, homens jovens exerciam a função de  acender e segurar velas enquanto outras pessoas estavam se divertindo, jantando ou preparando algo durante a noite pro dia seguinte.

Por causa disso, surgiu na França a expressão "tenir la chandelle" 
( traduzindo:  Segurar vela ), a mesma expressão era também usada pra definir o trabalho desempenhado por criados que seguravam candelabros enquanto seus patrões pudessem ter relações sexuais com luz, porém durante todo o ato sexual eles deveriam manter-se de costas, dessa forma quem segurava a vela não invadia a privacidade do casal.

Ao longo do tempo o termo "segurar vela" obviamente graças à sua utilidade francesa entre casais ganhou a definição mais famosa e conhecida e muito falada por todos que é nada mais nada menos que...  quando um amigo solteiro esta acompanhando um casal de namorados fica "sobrando" sozinhoooo só ali digamos assistindo o clima romântico do casal.

Em inglês a expressão "segurar vela" é dita da seguinte forma:
to be the third wheel        sendo uma expressão idiomática!

Então não leve ao pé da letra o significado da frase porque em tradução livre  do inglês para o português voce vai se deparar com isso:  
* ser a terceira roda.

E se traduzirmos do português para o inglês certamente iremos encontrar algo como...
segurar/segurando vela = hold/holding the candle 


E voce já segurou vela?


Fica aí a curiosidade e à dica sobre idiomas =) 



22 de ago de 2016

3 passos pra evitar brigas no relacionamento





3 – Alguém tem que ceder

Muitas brigas nos relacionamentos poderiam ser contornadas se as vontades de ambos fossem compartilhadas.
A vontade de um ou de outro não deve prevalecer todas as vezes, alguém sempre vai ter que ceder!
Tentar obrigar, impor regras, transforma quem esta com você em outra pessoa... NUNCA VAI DAR CERTO! 

Acho que o relacionamento saudável é quando ambos se esforçam pra um completar a vida do outro e não uma disputa do tipo:
"cabo-de-guerra" (eu quero isso e assim tem que ser etc...) se for assim no final das contas os dois vão ser vencidos pelo cansaço, e quem sabe decidirem pelo término.



2 – Mantenha a calma e pense antes de falar

Quando o nervosismo toma conta, é difícil manter o controle né?!

E falar tudo o que vem à cabeça sem pensar nas consequências é o que quase sempre acontece. 
Brigas do gênero geram desgastes desnecessários. 
Por isso, cuidado pra não falar e fazer coisas das quais você pode se arrepender mais tarde. 
Por mais impossível que isso possa parecer, respire fundo, conta até 10, 100 e se quiser ande em círculos rsrsrsrs 
O provérbio chinês já diz "Há três coisas que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida. 


1 – Nada de comparações
 

Outro erro bem comum que pode acabar em discussão é comparar quem esta com você com outras pessoas. E o problema fica ainda maior se a comparação for com algum(a) ex.
Se você não gosta desta ou daquela característica da pessoa que você tem um relacionamento, se alguma atitude incomoda, não faça comparações. Além delas serem uma ofensa, quem faz isso na minha opinião não sabe o que quer! 

Se o(a) ex tinha algo mais interessante do que a pessoa que você tá hoje se conforme a escolha foi de ambas as partes iniciar um relacionamento. E se (ex) fosse bom(boa) talvez o o casal ainda estaria junto né!?
Ninguém é igual a ninguém, não importa a lista de afinidades, não julgue, não compare e não tente mudar a outra pessoa. Afinal se você pensar bem aqueles que adoram palpitar no comportamento alheio, antes fazerem isso deveriam refletir se gostariam de ouvir coisas parecidas do tipo "mude isso, mude aquilo..." 

Pesquise

Carregando...