22 de ago de 2013

Psicológos ensinam como ser feliz sem ter muito dinheiro



A maioria de nós associa felicidade com conforto, o conforto geralmente se obtém com dinheiro.
Dinheiro é ótimo sem sombra de dúvidas.  Não ter dinheiro é como ter liberdade, sem ter ela talvez.
Porque o dinheiro pode fazer a gente ir longe.... viajar, estudar algo que realmente amamos, tentar realizar um sonho, festas, comes e bebes à vontade, compras e etc...

Mas ainda há várias pessoas hoje em dia, sem tanto dinheiro no bolso, se esforçando para se contentar com aquilo que tem.

Qual é o segredo pra encontrar a felicidade
 quando se tem pouco dinheiro então?

Se observarmos as pessoas que sabem como ser felizes, descobrimos que eles fazem questão de serem gratas pelo o que eles têm. E isso não está relacionado com a quantidade de riqueza material que alguem pode ou não possuir.

Um crescente grupo de pesquisas tem demonstrado que pessoas gratas são mais felizes, comparando com aqueles que são menos gratos, independentemente do nível de renda ou do estado financeiro.

Ou seja a gratidão, pode ser o caminho pra ser feliz sem ter um conta bancária bombando.
A gratidão também tem sido vista, como um poderoso antídoto contra a depressão.

Segundo Martin Seligman, psicólogo e um pioneiro no movimento da psicologia positiva, ele e outros psicólogos da Universidade da Pensilvânia entregam instruções sobre como ser grato com nosso dia a dia e como manter esse sentimento de gratidão até nas mínimas coisas.

Eles recomendam para cada um de nós, tirar um tempinho por dia e escrever 3 coisas ou simplesmente relaxar e pensar sobre 3 coisas que foram boas naquele dia, e se dar uma auto explicação do "por-que?" tais coisas que aconteceram foram boas.


Durante os estudos pacientes depressivos que passaram por este teste 94% deles relataram se sentir significativamente menos deprimidos. Suas pontuações em um inventário de depressão amplamente utilizado caiu 50% considerado uma melhora equivalente quando feita com  medicamentos ou a psicoterapia.

Os pesquisadores para terem uma margem mais certa das pesquisas, tentaram e repetiram o mesmo estudo com um grupo diferente de pessoas deprimidas e substancialmente obteram os mesmos resultados.

O Grupo do psicólogo Seligman também descobriu que a escrita sobre gratidão teve um efeito na melhora do humor em pacientes deprimidos.
Foram 12 semanas usando tal tecnica da gratidão, porém sem deixar o tratamento com anti-depressivos de lado.


Cultivar a gratidão é uma maneira poderosa para superar as adversidades. Ao optar por se concentrar nas coisas boas que  acontecem todos os dias, em vez de ruminar, e remoer mentalmente as decepções e déficits que levaram alguem até um estado depressivo.


Como uma atitude permanente, a gratidão irá ajudar a cultivar a felicidade. Não é por acaso que os pacientes do estudo do psicólogo Seligman mantiveram um humor mais estável e uma melhor qualidade de vida sem mudança financeira.
A gratidão deveria ser um hábito.
O número de coisas que podemos serem gratos é infinito.


Não precisa ser religioso para agradecer, e  se-sentir melhor.
Que me desculpem os religiosos de plantão, mas creio eu que Deus não faz milagres sozinho, ele pode abrir seus caminhos, mas se sua atitude nunca muda, nem o céu inteiro com anjos, santos, vão resolver a situação que te deixa descontente.
 No meu ver a fé é algo simples, para aqueles que tem ou não tem religião.

Agradecer, ou o simples ato de pensar nas coisas boas que estão te acontecendo traz um sentimento muito bom de gratidão e de certa forma nos deixa mais confiantes trazendo a sensação "eu consigo". É como se cada coisa bem pensada fosse uma pequena vitória, onde estamos gratos por aquilo, que talvez tivemos força e determinação pra conseguir ou simplesmente aconteceu por outros meios.

Eu e a depressão já estamos num relacionamento de 7 anos.
Este ano, sem ler esse artigo, do link abaixo, comecei a todos os dias, refletir as coisas boas da minha vida, e cada progresso que vejo. Não posso dizer me curei de todos os problemas psicológicos que tenho. Mas cada probleminha que antes era 100% e aos poucos vejo que aquilo esta diminuindo, mais confiante e agradecida eu fico.

O método mais eficaz que já aprendi  foi lendo livros que falam sobre o poder do pensamento e da mente, e muitas conversa com meu tio Victor que faleceu este ano ='( .

Isso gira em torno do seguinte contexto:
Ser sincero consigo mesmo, ou seja não fingir que o problema não existe. A pior cagada é viver acreditando e ignorando os problemas, voce pode ignorar eles, só que isso não significa que eles deixaram de exisir!
Acho que é preciso aceitar mentalmente o problema, aceitar 100% uma situação que se vive pra então idéias criativas surgirem. E a partir deste ponto sim voce se sentir preparado pra lidar com o maldito problema.
Acreditar em algo antes de acontecer que é um método onde, agradecemos por algo que ainda não temos, realmente funciona. Só que tal método de nada adianta agradecer pela conquista da boca pra fora enquanto dentro de voce o sentimento é "eu não tenho ainda isso".

O pensamento que vem com o sentimento de não ter , anula a fé.

fonte

Nenhum comentário:

Pesquise