15 de mai de 2010

Conheça o 1º hospital psiquiatrico e algumas piadas sobre loucos




Bethlem Royal Hospital

Foi o primeiro hospital psiquiátrico, fundado em 1247 em Londres. Era famoso pela forma desumana como tratava os doentes e permitia que visitantes assistissem aos "espetáculos" de choques elétricos, operações no cérebro, agressões onde o paciente estava imobiolizado por uma camisa de força etc... e esse tipo de tratamento extendeu-se pelo mundo e por varios sanatórios por séculos.
Hoje em dia, os internamentos psiquiátricos são rarissimos. E geralmente qualquer pessoa que sofra de um transtorno mental é acompanhada por profissionais e controlada por medicamentos.

Philippe Pinel
(foto) foi o primeiro médico a encarar a psiquiatria de uma forma diferente.
Ele foi classificando os tipos de personalidades e as emoções que as pessoas possam ter diante das situações, os tristes, os mais nervosos, os mais espontaneos, os timidos etc...
Ele levou como base a história de vida, o passado de alguns pacientes e começou a lutar em prol de um tratamento psiquiatrico mais humano!



Mas agora a intenção do post é pra ser um pouco divertida.
Aqui vai umas piadinhas de "loucos"


O maníaco depressivo chegou para o megalomaníaco e disse:
- Até Deus está contra mim!
E o megalomaníaco respondeu:
- Eu?

_____________________________________________
Um paciente foi ao analista queixando-se de mania de grandeza. Conduzido ao divã, o terapeuta inicia o diálogo:
- Relaxe e comece bem do princípio...
O paciente responde:
Bem... doutor, no princípio eu fiz o Céu e a Terra!

______________________________________________

Um paciente procurou ajuda e confessou desesperadamente:
- Doutor... doutoooooooor, eu acredito ser um gato, um felino!
O psiquiatra pergunta:
Há quanto tempo você vem pensando isso?
- Ah, desde que eu era um filhotinho...


______________________________________________

E no pátio do manicômio... um louco pergunta para o outro:
- Qual é o seu nome?
- Sei lá, me esqueci...O.o
e o seu?
- Também esqueci!
- Cacete.... então somos xarás! =D


_______________________________________________


Uma certa criatura em tratamento em um hospício, escrevendo uma carta, e o Psiquiatra passou perto dele e perguntou:
- Você está escrevendo para quem?
- Para mim mesmo uééé.
O psiquiatra pergunta novamente:
- E o que essa carta esta dizendo?
- Não sei, ainda não recebi!
kkkkkkkkkk


________________________________________________

Um louco muito eufórico chegou ao seu psiquiatra e disse:
- Descobri algo!
descobri algo! descobri algo! E com isso todos nós podemos enxergar através das parades!
O médico assustado indaga... qual é sua descoberta?
O louco respondeu todo entusiasmado:
- A janela.


=(

^^

4 comentários:

Fábio Romano disse...

HAHAHAHAHAHAAA


Tem q ser uma louka mesmo p fazer uma materia dessas !
ADOREI !!!

A dos loucos com o mesmo nome eh incrivel !q coincidencia ,uau.


Sera q loukos visitam seu Blog ???rs

Paciente IRS ® disse...

Sim, a "louca" aqui acaba de deixar registro passagem.
Algum problema?...
Piadas bem criativas.

Maria disse...

Achei interessante até chegar à parte das piadas. Por essas e por outras é que o doente mental ainda hoje é alvo de um enorme estigma, e colocado à parte na sociedade. Com comentários e piadas desse género é que nenhum doente ganha vontade para melhorar e tomar a medicaçao. Deus queira que nunca aconteça, mas se um filho teu tivesse esquizofrenia, fosse bipolar ou algo do género, podes ter a certeza que não pensavas assim.

Paciente IRS ® disse...

Maria,
Não são as piadas que estigmatizam o outro e sim, o seu preconceito.
A vontade de melhorar do doente mental tem de estar nele, e não em terceiros e palavras alheias.
Não ponha a responsabilidade do tratamento do paciente nas costas do Outro. Piadas genéricas não são prejudiciais à saúde.Caso contrário, eu estaria toda a minha vida encamada devido piadas sobre "doidos" e outras minorias que integro.

Pesquise