17 de jul de 2010

Alguma coisa está faltando? O vazio que sentimos tem resposta



Por que eu vivo sentindo que alguma coisa está faltando? eu deveria ter o que mais?


Essa maldita sensação dever acompanhar muitas pessoas não somente eu né?!


Segue abaixo um trecho retirado do livro: "Osho, The Book of the Books" escrito pelo filosófo indiano Rajneesh/Osho (foto)





" É porque desde a sua infância lhe foi dito que você, em si mesmo, é intrinsecamente inútil. Do jeito que você é, não tem valor algum. O valor tem que ser obtido, o mérito tem que ser evidenciado. Desde o início de sua infância, isto lhe foi ensinado milhões de vezes.


Para destruir a crença dentro de uma criança, você tem que lhe provar que o valor não é algo dado pela natureza, mas, sim, que deve ser conquistado na vida. E você pode perdê-lo, a não ser que você trabalhe, seja muito ambicioso, lute com os outros... E para alcançar esse valor tem que lutar, olho por olho, dente por dente, tem que pisar na garganta do outro. Você foi condicionado a ser violento, ambicioso e cheio de desejos: para ter mais dinheiro, mais poder e mais prestígio.


O seu intelecto está cheio de lixo e eu estou tentando despertar a sua inteligência. Toda a sociedade tentou fazê-lo inconsciente de sua inteligência. A sociedade é contra a sua inteligência. Ela quer que você seja medíocre, porque somente os medíocres podem ser bons escravos. Ela quer você sem inteligência e estúpido, porque somente as pessoas estúpidas podem ser dominadas.


E as pessoas estúpidas são obedientes, nunca são rebeldes. Pessoas estúpidas simplesmente vegetam. Elas nunca se esforçam para otimizar suas vidas. Elas nunca acendem as tochas de suas vidas, elas não têm intensidade. A estupidez é obediente e a obediência cria estupidez.(...)


Você me pergunta: Por que eu estou sentindo que alguma coisa está faltando?
Porque sempre lhe foi dito que você tem que encontrar alguma coisa. E você não está encontrando.


Por isto surge a sensação de que algo está faltando. Eu estou lhe dizendo que antes de tudo você nada perdeu. Por favor, pare de tentar encontrar, pare de buscar e procurar. Você já tem! Tudo o que é preciso você já tem. Simplesmente, olhe para dentro e você encontrará tesouros infinitos e inesgotáveis de alegria, amor e êxtase.


Nada estará faltando se você olhar para dentro, mas se você continuar procurando do lado de fora, você se sentirá mais e mais frustrado. E na medida em que você ficar mais velho, naturalmente, irá sentir que sua vida está escorregando de suas mãos e que você ainda não encontrou. E toda a ironia é que, antes de tudo, você nada perdeu! Aquilo sempre esteve dentro de você, neste momento está dentro de você.


Nada está lhe faltando. Nada está faltando a ninguém. Pela própria natureza das coisas, nada pode estar nos faltando. Nós somos parte de Deus e ele é parte de nós. Não tem jeito, não há possibilidade de estar faltando algo.


(...) Você me pergunta: Por que eu estou sentindo que deveria ser algo a mais?

Foi-lhe dito repetidas vezes: Seja alguém!


Veja Goutama Buda, Krishna, Cristo. 

Seja um Buda, um Krishna, um Cristo.

Daí, certamente você morrerá na miséria, angustiado, completamente frustrado, chorando aos prantos, porque você não consegue ser um Buda. 

Você não está aqui para ser um Buda! Você não consegue ser um Cristo ou um Krishna. Você somente consegue ser você mesmo. Somente você mesmo.


Um grande Mestre hassid, Zusya, estava morrendo. 
As pessoas se juntaram, discípulos e simpatizantes. Um homem idoso perguntou:

- Zusya, logo você estará face a face diante de Deus, pois você está morrendo, e, quando estiver diante dele, você será capaz de lhe dizer que seguiu Moisés absolutamente, verdadeiramente?


Zusya abriu seus olhos e estas foram suas últimas palavras foram:

- Pare de falar tolices! Deus não irá me perguntar: Oh Zusya, por que você não foi um Moisés?' Ele me perguntará: - Zusya, por que você não foi um Zusya?


Você tem que ser justamente você mesmo e ninguém mais. Na verdade isso é o que significa natureza búdista: ser você mesmo".



E você é você mesmo com erros e defeitos em 
todos os momentos sem ensaios ou máscaras?


_____________________________________________

boa música 
Seja você mesmo, isso é tudo que você pode fazer!


3 comentários:

@milafersan disse...

nda cm uma pessoa que sabe se expressar para tornar entendivel (nem sei se essa palavra existe) o que eu sinto...

Vanda Ferreira disse...

Gostei do seu texto Fer, dá para refletir um pouco.
Sou um pouco rebelde no quesito 'normas da sociedade'.
Falo palavrão, odeio que ditem regras (como religiosos) e gosto de viver a vida à minha maneira.
Sou bem mais feliz assim.


Beijos flor ♥

roliveiraac disse...

Concordo com o texto, sempre foi posto que temos que procurar algo mais, temos que ser melhor. Nunca podemos estar satisfeitos com o que temos. E a maioria procura coisas materiais ou empregos que lhe torne melhor que o outro. Mas não seremos felizes enquanto não deixarmos o consumismo de lado e ser quem verdadeiramente somos, com coisas que realmente precisamos.

Parabéns pelo post.

Pesquise