20 de fev de 2014

Saiba como ela venceu a depressão escrevendo cartas



A americana Hannah Brencher venceu a depressão escrevendo cartas com palavras de incentivo para pessoas desconhecidas e criou o blog:
"The World Needs More Love Letters"
(O Mundo Precisa de Mais Cartas de Amor)

A idéia da jovem americana de 24 anos, surgiu em 2010. Hannah conta como tudo começou:

"Era uma noite fria de outono estava voltando pra 
casa de metrô, vi uma senhora cabisbaixa, com um 
olhar muito triste, e decidi rascunhar palavras 
de estímulo pra ela. Mas não quis entregar, iria 
parecer estranho. Na época, estava me sentindo 
sozinha e deprimida. Resolvi que daquela maneira 
escrevendo, poderia melhorar minha vida 
e futuramente de alguma forma ajudar os outros 
que também estivessem passando por depressão."

A ação foi repetida 400 vezes durante 10 meses consecutivos.



Hannah, trabalhava em um shopping no centro, e deixava envelopes sem destinatário.
Como remetente ela colocava o link do seu blog e assim a jovem foi espalhando cartas em parques, praças, hotéis, cafeterias e em quaisquer outros cantos, pra quem quisesse abrir e ler.
Nas cartas havia mensagens de incentivo, pensamentos sobre o amor próprio como:

"Esta carta é uma promessa de que nós precisamos 
aprender a contar com nós mesmos, e tudo
 pode mudar assim que decidirmos 
que isso vale à pena. 
Não subestime as pequenas coisas, 
elas podem ser grandes conquistas".


Para fazer suas cartas anônimas chegarem aos corações mais necessitados, Hannah anunciou em seu blog que a iniciativa iria continuar. Nos dias e semanas seguintes várias pessoas começaram enviar e-mails pedindo cartas com conselhos. 

Hoje, ela recebe cerca de 10 mil visitas por dia no blog, e doações de voluntários de diferentes países dos 6 continentes!


Apesar do tempo curto, Hannah gosta de responder de próprio punho às solicitações de apoio.

"Sei como é difícil, até me considero 
uma expert no assunto", brincou ela.

Hannah descobriu o poder das letras, em parte, por causa de uma imposição familiar. Quando Hannah saiu de casa, a mãe, deixada em outro estado, decretou que, em vez de notícias pelo Facebook ou Twitter, queria também manter correspondências com a filha da forma antiga e tradicional. Hannah disse:

"Minha mãe me deu motivos para 
esperar ao lado da caixa do correio."


Conheça o site oficial
www.moreloveletters.com





fonte

Nenhum comentário:

Pesquise