6 de dez de 2013

Consequências da solidão e do isolamento




Nós seres humanos somos por natureza sociais.
É natural ter curiosidade, o desejo pelo novo que todos temos.
Algumas pessoas por depressão, doenças, agorafobia ou por traços próprios da personalidade ou consequência de uma vida muito tumultuada se retraírem um pouco e evitam algumas atividades sociais.

Mas alguns pesquisadores começaram a estudar os efeitos que a solidão pode causar. Embora em alguns casos como prisão ser preso(a) o confinamento solitário possa retirar indivíduos perigosos da população geral, mas eles também não estão ilesos aos efeitos prejudiciais disso.

A perda da liberdade seja por uma decisão de ficar sozinho por uns tempos, ou no caso de internamento ou presidiários que ficam em uma cela sem outras pessoas com o tempo acabam desenvolvendo ansiedade, paranóia, raiva e claustrofobia. Mas ainda a depressão é o fator maior ligado à solidão.

Após passar um tempo significativo separado de outras pessoas, muitos indivíduos acabam se sentindo sozinhos e acabam por cair em depressão. Se isolar ou ser isolado também afeta a nossa auto-estima.




Uma desconexão do mundo pode também ocorrer.
Tal desconexão pode chegar ao grave nível chamada de despersonalização ou desrealização, tal desordem mental pode começar quando a pessoa se sente sozinha ou desamparada, tal desconexão do mundo geralmente acontece depois de alguém experimentar um stress pós traumático.


O confinamento solitário tem altos riscos de desenvolver esquizofrenia. Esse transtorno mental tem controle mas geralmente não tem cura.
Somente os casos de solidão extrema podem resultar em episódios esquizofrenicos, a causa disso é o aumento de estresse e da ansiedade. Pessoas confinadas, isoladas podem experienciar alucinações e delírios,como ouvir vozes, ficar irracionalmente paranóicos. O esquizofrenico não sabe distinguir o que é real e o que é meramente criação de sua própria cabeça.
Por exemplo: se você escuta algo, você espera que outras pessoas também escutem. Sem outras pessoas ao redor pra confirmar o que algo realmente existe, o ser humano pode perder seu senso de realidade e acabar desenvolvendo a esquizofrenia.

Voltar pra um ciclo social após um período de afastamento pode ser uma batalha que precise de acompanhamento psicológico. A ciência alerta, agora, que a solidão pode até mesmo nos provocar doenças, a maioria delas cardiopatias.




Pra sair da armadilha pós solidão psicólogos aconselham o seguinte:

* Cuidar dos seus pensamentos! Se estiver sozinho tente se distrair com coisas que te agradam.

* Todos nós precisamos da familia, de amigos. Porém sentir se bem sozinho é um grande passo pra recriar a auto-confiança. Afinal tirar umas horas pra si mesmo pode ser bom, é uma fuga do stress, umas horas sozinho servem pra nos cuidarmos mais, cuidar da mente, do corpo.

* Solidão nos conduz ao stress mas a correria do dia à dia também... então aprender à gerenciar o tempo é a atitude mais válida. Saiba dizer não quando precisar.

* Se permita conhecer novas pessoas, novos lugares, e não tenha pressa em fazer isso, o desespero de querer fazer tudo ao mesmo tempo só alimenta a ansiedade que literalmente vai foder com seu dia.

Nenhum comentário:

Pesquise